Vespa Asiática (Vespa velutina nigrithorix)

Vespa Asiática (Vespa velutina nigrithorix)

Características:

O seu tamanho é de cerca 25 mm, variando de acordo com o alimento, o lugar e a temperatura. A rainha pode ter até 35 mm. O seu abdómen é mais escuro do que a vespa comum e as patas possuem cor amarela.

Hábitos:

É uma espécie diurna, com um ciclo biológico anual, que apresenta a sua máxima atividade durante o verão. Os ninhos, constituídos por fibras de celulose mastigadas, têm uma forma redonda ou em pera, podendo atingir um metro de altura e cerca de 50-80 cm de diâmetro, e são geralmente construídos em árvores com altura superior a 5 metros.

A sua introdução foi involuntária na Europa e ocorreu em 2004 no território francês, tendo a sua presença sido confirmada em Espanha em 2010, em Portugal e Bélgica em 2011 e em Itália em finais de 2012.

Alimentação:

O regime alimentar baseia-se em diversos insetos, vegetais e néctar. Na época de alimentação das larvas, preferem fruta madura e as abelhas melíferas (produtoras de mel), que caçam em pleno voo ou à entrada das colmeias. Após o ataque de duas ou três vespas, as vítimas caem no chão, devido aos ferimentos, e são capturadas e levadas para o vespeiro como alimento.

Reprodução:

A duração da vida média das obreiras é variável, podendo ser entre 30 e 55 dias. A rainha tem uma longevidade de cerca de um ano. Cada ninho pode albergar cerca de 2000 vespas, que no ano seguinte poderão criar pelo menos seis ninhos.

Durante o inverno as rainhas fundadoras hibernam fora do ninho, principalmente em árvores, rochas ou no solo. Em fevereiro e março, as rainhas que sobreviveram ao inverno abandonam o local de hibernação para fundar a sua colónia. Em seguida, inicia-se a postura e nascem as obreiras e então mudam-se para um segundo ninho (ninho secundário) construído em locais de grande altitude (5 metros ou mais), sendo responsáveis pela alimentação das novas larvas, bem como da rainha.