A picada do mosquito pode transmitir doenças extremamente graves, das quais se destaca a malária.

A palavra "mosquito" é o equivalente em português para "little fly” (pequena mosca).

Os mosquitos são insetos e existem no planeta há cerca trinta milhões de anos. Tudo indica que ao longo destes anos os mosquitos evoluíram as suas habilidades de forma a serem especialistas em descobrir pessoas para picar.

Tal como as moscas, são dípteros. No entanto, ao contrário delas, as asas têm escamas, as pernas são longas e as fêmeas têm parte da boca proeminente, ou possuem uma proboscis (tromba, em latim), para perfurarem a pele da pessoa atacada.

Fazem a deposição dos ovos na superfície da água, seja em grandes massas de água ou em águas estagnadas. Os ovos podem ser postos um a um ou em grande quantidade, formando uma “jangada” flutuante de ovos. A maioria dos ovos sobrevive durante o inverno e eclodem na primavera.